fbpx

Notícias

4,6 mil imóveis licenciados em Portugal em três meses

4,6 mil imóveis licenciados em Portugal em três meses

4,6 mil imóveis licenciados em Portugal em três meses

No 2º trimestre de 2017 foram licenciados 4,6 mil edifícios e concluídos 2,9 mil edifícios em Portugal. Os edifícios licenciados cresceram 7,4% face ao 2º trimestre de 2016, registando-se uma redução de 6,4% face ao trimestre anterior.

No 2º trimestre de 2017, os edifícios licenciados aumentaram 7,4% face ao período homólogo (+29,4% no 1º trimestre de 2017), correspondendo a 4,6 mil edifícios, segundo dados do INE.

Comparativamente com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados diminuiu 6,4% (+13,1% no 1º trimestre de 2017) e os edifícios concluídos registaram uma variação de +0,2% (+3,2% no 1º trimestre de 2017).

Nos edifícios licenciados para construções novas observou-se um acréscimo de 12,4% (+36,7% no 1º trimestre de 2017), enquanto no licenciamento para reabilitação se registou um decréscimo de 0,7% (+18,2% no 1º trimestre de 2017).

Comparativamente com o trimestre anterior, o licenciamento para construções novas decresceu 7,2% enquanto as obras de reabilitação apresentaram uma redução de 5,9%.

Os edifícios concluídos registaram aumento de 12,2% (+13,1% no 1º trimestre de 2017) perfazendo 2,9 mil edifícios e subiram 0,2% face ao primeiro trimestre do ano.

Do total de edifícios licenciados, 67,3% corresponderam a construções novas e, destas, 69,8% destinaram-se a habitação familiar.

Já os edifícios demolidos (346 edifícios) corresponderam a 7,4% do total de edifícios licenciados no 2º trimestre de 2017.

No total de edifícios licenciados apresentaram variações homólogas positivas as seguintes regiões: Norte (+15,3%), Área Metropolitana de Lisboa (+10,9%) e Centro (+5,4%). A Região Autónoma da Madeira registou a variação homóloga negativa mais destacada de -15,3%, seguida do Algarve com -10,0% e do Alentejo com -7,6%. A Região Autónoma dos Açores apresentou uma variação nula.

No licenciamento para construções novas apresentaram variações homólogas positivas as regiões Norte (+22,7%), Área Metropolitana de Lisboa (+19,9%) e Centro (+14,5%). Todas as outras regiões apresentaram variações negativas, com destaque para o Algarve (-20,5%).

Quanto ao licenciamento para reabilitação de edifícios, a Região Autónoma dos Açores apresentou a variação positiva mais elevada (+11,9%) enquanto na Região Autónoma da Madeira se observou a variação negativa de maior destaque (-22,6%).

Fonte: www.jornaleconomico.sapo.pt

Já pensou em investir em Portugal ?

Se já passa aqui as suas férias, porque não fica a residir? Para além de todas as razões que já conhece, saiba que Portugal possui condições atraentes para fazer aqui, o seu investimento.

Entre em contato conosco e faça como muitos brasileiros que redescobriram Portugal.

Fornecemos um atendimento personalizado e exclusivo, prezando pela segurança jurídica, realizando acompanhamentos do cliente em todas as etapas do negócio.

Leia também o “Descobrimento às avessas” , “Elite brasileira traz novos negócios para Portugal

Portugal um dos melhores países para viver” , “Crédito à habitação em Portugal. Saiba quais os municípios onde é mais fácil comprar casa” e “Já pensou em morar em Portugal? Saiba o preço médio de uma casa no país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *