Segundo o G1, ao cumprimentar Michel Temer, Marcelo Rebelo de Sousa deu um forte abraço no Presidente brasileiro.

No final do encontro, Temer publicou na sua conta na rede social Twitter que, durante a reunião, o Presidente português afirmou que está a acompanhar o pacote de privatizações e concessões recentemente aprovado pelo Governo brasileiro, que inclui, entre outros pontos, aeroportos, autoestradas e terminais portuários.

Segundo Michel Temer, Marcelo Rebelo de Sousa também manifestou apoio à solicitação brasileira para fazer parte da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

A comitiva brasileira deverá partir de Portugal ainda esta quarta-feira, referiu o portal de notícias brasileiro.

De Lisboa, o avião que leva o Presidente brasileiro para a China seguirá para Astana, capital do Cazaquistão, para mais uma escala antes de chegar a Pequim na quinta-feira.

A viagem oficial à China tem como objetivo sensibilizar investidores interessados no pacote de privatizações e concessões anunciado pelo Governo brasileiro na semana passada. Ao todo, Michel Temer passará cerca de dez dias fora do Brasil.

Na China, o Presidente brasileiro também fará uma visita de Estado, irá reunir-se com empresários, em Pequim, e participará ainda, em Xiamen, na IX Cimeira dos BRICS (bloco que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Fonte: www.msn.com