Notícias

Setor da Construção e Obras Públicas dá sinais de recuperação

Setor da Construção e Obras Públicas dá sinais de recuperação

O número de trabalhadores do setor da Construção e Obras Públicas cresceu 8% até junho, para quase 310 mil trabalhadores, segundo dados do Inquérito ao Emprego, produzido pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A tendência positiva estende-se ainda à queda das insolvências e ao aumento da constituição de novas empresas, que registou um crescimento de 8,7% em relação ao período homólogo.

Também a Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP) mostra sinais de otimismo, que apontam para a recuperação e crescimento do setor. Na nota de conjuntura de agosto, a entidade revela, por exemplo, que o consumo de cimento aumentou 15% até julho, em linha com o Índice de Produção da Construção.

“A justificar o aumento da atividade dos vários segmentos do setor, observou-se, nos meses mais recentes, um forte dinamismo tanto no mercado imobiliário,particularmente o residencial, como no mercado das obras públicas”, lê-se no comunicado da FEPICOP, que revela aumentos de 84% e 88%, respetivamente, no valor dos concursos públicos promovidos e valor dos contratos, celebrados até julho de 2017 e face ao mesmo período do ano anterior.

Insolvências caem nos primeiros oito meses do ano

No que diz respeito ao número de insolvências registadas no setor nos primeiros oito meses do ano, diminuiu 17,4% face ao mesmo período do ano passado. Em agosto, as insolvências diminuíram 10% face ao mês homólogo, revela em comunicado a Iberinform, salientando que o número total de empresas insolventes nos primeiros oito meses de 2017 é inferior 15,7% ao valor registado em Portugal em igual período do ano passado.

Os números relativos à constituição de novas empresas também cresceu para 7,6%, atingindo um total mensal de 2.731 empresas, mais 192 que há um ano. No acumulado do ano, regista-se igualmente um aumento de 8,5%, com 27.699 novas empresas criadas nos primeiros oito meses. Entre os setores que manifestam maior peso e resultados positivos está o da Construção e Obras Públicas, com um crescimento de 8,7% relativamente ao mesmo período do ano passado.

Fonte: www.idealista.pt

Já pensou em investir em Portugal ?

Se já passa aqui as suas férias, porque não fica a residir? Para além de todas as razões que já conhece, saiba que Portugal possui condições atraentes para fazer aqui, o seu investimento.

Entre em contato conosco e faça como muitos brasileiros que redescobriram Portugal.

Fornecemos um atendimento personalizado e exclusivo, prezando pela segurança jurídica, realizando acompanhamentos do cliente em todas as etapas do negócio.

Leia também o “Descobrimento às avessas” , “Elite brasileira traz novos negócios para Portugal

Portugal um dos melhores países para viver” , “Crédito à habitação em Portugal. Saiba quais os municípios onde é mais fácil comprar casa” e “Já pensou em morar em Portugal? Saiba o preço médio de uma casa no país

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *